“Louça a Lavar”

Pelas 7h de uma manhã, uma mãe queria que sua filha mais velha, Annabelle, de 10 anos, lavasse a louça antes de ir para a escola, mas Annabelle não queria lavar, então elas estavam discutindo. A mãe estava tentando de tudo para convencer Annabelle, incluindo ameaças e subornos, mas nada estava funcionando e a mãe estava ficando cada vez mais frustada.

Eu ofereci ajuda conversando com Annabelle e ambas aceitaram minha ajuda.

Nosso diálogo foi o seguinte:

Eu comecei com essa pergunta:

“Ok, primeiro, de zero a dez, quanto você se sente compreendida pela sua mãe sobre não querer lavar a louça?”
"Zero!"

“Ok, você poderia me explicar por quê você não quer lavar a louça?”

Depois de ela explicar algumas coisas, eu a interrompi para verificar se eu estava compreendendo: “ok, então sua mãe quer que você lave a louça e você não. Sua mãe disse que não vai levar você e sua irmã para a escola até que você lave? É isso?”

"Sim."
"Ok, então provavelmente você está se sentindo forçada...?"
"Sim."

"E punida...?"
"Sim."
"E ameaçada....?"
"Sim."
Eu deixei ela falar um pouco mais e ouvi com atenção. Quanto mais ela falava, mais ela se sentia compreendida.
Mas eu queria saber o quanto ela se sentia compreendida por mim, então depois de uns minutos eu disse: “Ok, agora quanto você se sente compreendida por mim?” Ela respondeu: “8.”
Então eu disse: “Ok, ainda faltam dois. O que mais?”
Ela disse: “Além disso, eu disse para minha mãe que lavaria a louça quando voltasse da escola e ela não acreditou em mim.”

“Então você não se sente confiada?”
“Exatamente”
A propósito, em algum momento enquanto conversávamos eu percebi que ela já havia começado a lavar a louça.
Depois ela me disse que ela não se sentia confiada e eu conferi novamente o quanto ela se sentia compreendida por mim. Nesse momento, ela respondeu um perfeito 10 e as louças já estavam limpas!

Mas esse não é o fim da história...

Depois a mãe me disse que, quando estavam indo para a escola, Annabelle voluntariamente se desculpou. A mãe se desculpou também e ambas aceitaram os perdões. Então elas compartilharam algumas lágrimas e um abraço com amor.